quarta-feira, abril 26, 2006

HOMENAGEM A TIRADENTES: UM GRANDE SEPARATISTA MINEIRO

PRECE A TIRADENTES

Carlos Zatti*

José Joaquim da Silva Xavier. Irmão, camarada do mesmo ideal autonomista e libertário, eu te cumprimento pela passagem do dia 21 de abril.

“O autoritarismo me caça
e me cassa essa esfola
contribuinte perfeitoa
o fisco, que me controla”.

Liberdade, dignidade, eis tudo o que tu querias Tiradentes, para o teu povo das Minas Gerais, mas o trogloditismo centralizador não só te esfolou e te calou, mas te enforcou e te esquartejou.

A autodeterminação do povo mineiro estava na tua cabeça, irmão, tal na minha está a do Sul.

José distinto, Joaquim estrela, Silva da esperança, Xavier camarada do povo: Libertas quae será tamen !

Os nossos inimigos são os mesmos, meu amigo. Teu algoz te considerou indigno da pátria, ao não aceitares a súbita subida de impostos de 20% para 25% axados aos teus conterrâneos mineiros. Pois, amigo velho, as “derramas” de nossos dias são os escorchantes 40%.

É. A independência se fazia necessária para o bem do povo mineiro, assim como pensou o Frei Caneca para os Nordestinos, assim como Zumbi dos Palmares e o Antônio Netto Farroupilha.

Hoje, José Joaquim da Silva Xavier, irmão, camarada, amigo de fé e de esperança, até Portugal já ergueu estátuas em tua honra, reconhecendo teu valor, tua dignidade, teu espírito independentista...

E agora, mais de dois séculos depois de tua morte, eu te invoco para que derrames sobre minha cabeça a tua lição de vida, ainda antes que nossas riquezas sejam todas carreadas para os Palácios blanditosos do poder central. Os sulistas rogam tua presença, com o amor que tens pela autonomia de cada povo, de cada nação, para juntos erguermos a bandeira da Liberdade.

Se acaso, caro Tiradentes, meu abril for igual ao teu, não quero que reserves um cantinho aí no céu, só para mim, mas uma baita querência para que caibam todos os sulistas que morrem pela falta de um governo local autônomo.

Tiradentes, “o Sul é o meu País”. Esta é minha confidência, camarada inconfidente.

Será que meus inimigos também te renderão homenagens nesse dia 21 de abril, que é teu, mas que é também meu? Ou será que farão apenas finta? Ou será que nem lembrarão de ti, e de tua luta que eu luto?! - Se esquecerem de ti, eu te peço perdão pela ignorância deles.
José Joaquim da Silva Xavier – Tiradentes,
O Sul te saúda: Parabéns !!!

* Carlos Zatti é escritor, autor entre outros livros de "SUL"; membro do Gesul e Secretário Geral do Movimento O Sul é o Meu País

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial