domingo, abril 30, 2006

ATENÇÂO SIMPATIZANTES, MILITANTES E LIDERANÇAS

PLANTAÇÃO DE NAZI-FASCISTAS DENTRO DO MOVIMENTO

Estamos chamando a atenção de todos os nossos simpatizantes, militantes e lideranças do Movimento O Sul é o Meu País, para uma estratégia que esta sendo empreendida por grupos com missão especifica de PLANTAR TÓPICOS com idéias identificadas com o nazi-fascismo em nossas comunidades e sites de apoio na internet. São profiles e nomes falsos de “pessoas“ que se dizem separatistas e ligadas a diversas comunidades nazi-fascitas, defendendo estas idéias junto as idéias do movimento fazendo parecer que são membros e até líderes de nossa causa. Pedimos que as lideranças fiquem de olho aberto e expulsem sumáriamente tais “pessoas“ que empreendam este tipo de ação dentro de nossas comunidades e sites. As regras de defesa da causa estão muito claras na nossa Carta de Princípios. Tudo que estiver em desacordo com ela deve ser retirado de nosso meio imediatamente, sob pena de colocarmos a causa em perigo. Abaixo, para maiores esclarecimentos publicamos a NOTA OFICIAL do Movimento sobre o assunto.

NOTA OFICIAL DO MOVIMENTO O SUL É O MEU PAÍS

Desde o final do ano de 2000 temos recebido informações de que organizações espúrias, incluindo neonazistas, estão inserindo sem nossa autorização, como "links" em suas páginas na internet no Brasil e no exterior, os endereços das Home Pages e comunidades do Movimento "O Sul é o Meu País". Não fosse isso, estas organizações e pessoas mal intencionada vem defendendo a "Separação do Sul" como forma de implantar aqui no nosso sagrado território uma "Nação Ariana" no pior estilo IIIº Reich.

Conscientes desta realidade macabra, vimos por meio deste comunicado reafirmar a todos os simpatizantes, militantes e lideranças dos Movimentos filiados e/ou solidários ao Movimento O Sul é o Meu País que tais procedimentos, cujos objetivos e origens desconhecemos, leva-nos à conclusão primeira, de que tais organizações estão procurando nos intrigar com a Opinião Pública e face as autoridades constituídas, pretendendo que todos nos considerem parte integrante, ou conectados aos seus grupelhos primários, fanatizados, com suas abjetas idéias malucas, sem nexo e sem nenhum senso construtivo.

Exortamos a todos para que se unam numa cruzada contra estes grupelhos, repudiando veementemente tais procedimentos nazistas e de extrema má fé, no objetivo criminosamente implícito de confundir as pessoas e denegrir nossos objetivos pacíficos e absolutamente democráticos, com o seus lixos eletrônicos.

Conclamamos todos os simpatizantes, militantes e lideranças para que denunciem ao tomarem conhecimento dos envolvidos com tais atividades criminosas as autoridades constituídas. Cumpramos a risca OS PRINCÍPIOS que norteiam o Movimentos O Sul é o Meu País, quais sejam:

COM A DEMOCRACIA, repudiando o emprego da violência ou a formação de grupos paramilitares;

CONTRA A DISCRIMINAÇÃO, pautando-se contra qualquer forma de manifestação ou ato discriminatório, seja ideológico, teológico, sexual, étnico, cultural, ou social;

COM OS DIREITOS HUMANOS, repudiando e denunciando todos os atos que violem os direitos humanos, não só no Sul do Brasil mas em qualquer parte do mundo, mantendo esforço permanente em prol da total e irrestrita "globalização" de todos os Direitos Humanos.

COM A CONSULTA E A MOBILIZAÇÃO DA CONSCIÊNCIA POPULAR: É através da mobilização pacífica e democrática da consciência popular, despertando-a para as possibilidades reais de um país melhor, mais perto de nós, que poderemos alcançar através da consulta plebiscitaria sobre a independência Sul Brasileira;

COM O DESPERTAR DE CONSCIÊNCIA, na reflexão constante de nossos melhores valores morais e espirituais, na ação permanente de divulgação e exercício participativo em seminários e debates com os diversos segmentos da população;

COM A TRANSPARÊNCIA, tornando público e deixando à disposição de pessoas ou organismos todos os atos e a didática praticada pela nossa militância, descartando pseudônimos e qualquer forma anônima de ação ou participação;

COM A BUSCA DO RECONHECIMENTO INTERNACIONAL, junto às entidades internacionais face a legitimidade ao direito de nossa autodeterminação como povo, bem como o direito de escolhermos a forma e o sistema de governo através dos procedimentos democráticos, recusando, expressamente, a ingerência de pessoas, grupos ou instituições além das fronteiras nacionais.

COM A INTERNACIONALISMO DA CAUSA colocando-se ao lado e na defesa de todos os povos escravizados, explorados por Estados tiranos, independente de seu regime político.

Desaconselhamos outrossim, todo e qualquer contato com outros Movimentos que se dizem fiéis a luta pela autodeterminação do povo Sul-Brasileiro, que não propugnem na teoria e na prática os ideais democráticos, pluralistas e plebiscitários defendidos e perseguidos pelo Movimento O Sul é o Meu País. Incluímos entre os contatos desaconselháveis, pessoas e lideranças ligados a Movimentos escamoteados de revisionistas, nacionalistas e nacional-socialistas.

Voltamos a frisar que são endereços que a nada levam senão à ruína e à destruição dos melhores valores e ideais humanos. O povo Sulista é formado por SUL-BRASILEIROS que como todos os demais povos do mundo, é produto de uma belissima mistura que abriga origens das três grandes raças: a caucasóide, a negróide e a mongolóide. Todos os demais raciocínios amiudados, baseados em superioridades e inferioridades, devem ser considerados racistas. Somos descendentes, também de alemães, mas somos como muito orgulho descendentes dos bravos povos indígenas (donos primeiros desta terra), dos africanos, dos italianos, dos japoneses, e de tantos outros povos que aqui chegaram e querem construir um futuro juntos, solidários e na paz com os demais povos do mundo.

Por último, o Movimento O Sul é o Meu País compromete-se e reserva-se ao direito de, ao tomar conhecimento de que qualquer membro filiado, tenha alguma ligação com movimentos desta natureza, pedir imediatamente a expulsão de tal elemento das fileiras autodeterministas, denunciando-o automaticamente as autoridades constituídas.

Celso Deucher
Presidente Movimento O Sul é o Meu País

Secretário geral Grupo de Estudos Sul Livre

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial