sexta-feira, maio 05, 2006

MOVIMENTO EM SANTA CATARINA

JOINVILLE ESTÁ NA LUTA POR UM SUL LIVRE DESDE 1992
A maior cidade de Santa Catarina, fundada em 09 de março de 1851, tem em seus limites as sedes de gigantes da economia que garantem força industrial, além de atrair mão-de-obra qualificada de diversos cantos do continente brasílico. Hoje com uma população de cerca de 450 mil habitantes, Joiville foi fundada e tem como principais etnias os alemães, suiços e noroegueses.

A história começou com o casamento que celebrou a união da família imperial brasileira e a realeza francesa. A terra onde hoje está a cidade foi doada ao Príncipe de Joinville, em 1843, como dote da princesa Carolina, irmã do imperador Dom Pedro II. O casal não chegou a conhecer as terras. Parte delas foi negociada com a Sociedade Colonizadora Hamburguesa. Em março de 1851 chegaram os primeiros 118 imigrantes alemães e suíços, seguidos de um grupo de 74 noruegueses. Do ano de fundação até 1897, foram trazidos 28.000 imigrantes germânicos - operários, intelectuais, agricultores e profissionais liberais, que fugiam da Europa em busca de oportunidades no Brasil.

Assim nasceu a Colônia Dona Francisca, que passou a chamar-se Joinville em homenagem ao Príncipe de Joinville. Os imigrantes trouxeram na bagagem o espírito de luta e de trabalho e, embora enfrentando toda sorte de dificuldades, conseguiram transformar uma terra inóspita e selvagem na maior cidade do Estado e num dos mais sólidos parques industriais do País. Desde então, Joinville não parou de atrair gente de todo lugar do mundo - apenas um terço de seus 450.000 habitantes é natural do município. Hoje, Joinville é responsável por quase um quinto de tudo que o Estado exporta. É sede de gigantes da indústria nacional, como Tigre, Brasmotor (Embraco e Cônsul), Döhler e Busscar, entre outros.

É em Joinville que o Movimento O Sul é o Meu País tem uma das suas mais antigas comissões municipais, fundada em 1992, logo no início da instituição. Sob a direção do jornalista Altamir Andrade, aquela comissão também se notabilizou por ser uma das mais ativas comissões do movimento em Santa Catarina. Hoje o movimento possui naquele município uma comunidade que reúne mais de 380 filiados. A comunidade é dirigida pela estudante Soraya Nass.

2 Comentários:

Blogger Salomão disse...

Oi Soraya Nass.Moro no RS e e sou favorável à independência da região sul.Se vc pudesse me contar como estão as atividades por aí, como vocês discutem e se o número de simpatizantes está aumentando, eu ficaria agradecido.

e-mail:sebasttian1982@yahoo.com.br

11:42 AM  
Blogger samuel disse...

Como me filio ao grupo?

3:53 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial